A Vila das Artes, por meio do Núcleo de Produção Digital (NPD) da Escola Pública de Audiovisual, tem edital aberto para pessoas físicas e jurídicas que necessitem utilizar equipamentos para captação de imagem e som, iluminação, e edição não-linear, em produções audiovisuais autorais e artísticas.

As inscrições podem ser feitas diretamente no NPD, mediante a apresentação de documentação exigida no edital, no horário de 9h às 12h e 14h às 17h, ou encaminhadas para o email: npd@gmail.com, com a documentação exigida em anexo, sendo acatadas para avaliação da documentação, enquanto houver pauta livre. Podem concorrer pessoas físicas, maiores de 18 anos ou menores (desde que apresentem um representante legal), residentes no Ceará, com equipe técnica que comprove o desenvolvimento de ações de caráter cultural, e pessoas jurídicas, estabelecidas no Ceará ou que comprovem desenvolver – no estado – atividade profissional audiovisual (com técnicos de residência na cidade) e ações de caráter cultural.

No caso de inscrição de pessoa jurídica, deverá ser realizada por uma produtora audiovisual, responsável pela obra e que seja detentora majoritária dos direitos sobre a obra. Ainda no caso de produtoras, não pode haver associação ou vínculo direto com empresas de serviços de radiodifusão de sons e imagens, ou empresas de comunicação eletrônica de massa.

O empréstimo de equipamentos se dá em regime de coprodução, tendo o solicitante de oferecer algumas contrapartidas, como a exibição da logomarca da Vila das Artes nos créditos iniciais da obra e a citação do apoio em todas as peças de divulgação utilizados, entre outras exigências.

Os projetos coproduzidos pelo NPD devem ser finalizados no prazo de doze meses, contados a partir da data de utilização do equipamento. O prazo de empréstimo de equipamento fica estipulado em no máximo dez dias para cada kit (captação de imagem, som e iluminação; finalização), corridos ou alternados, podendo ser prorrogado por igual período caso haja disponibilidade de datas e solicitada a prorrogação em tempo hábil.

De acordo com Anderson Damasceno, assistente do NPD, o empréstimo é uma forma de democratizar o acesso de equipamentos aos realizadores audiovisuais, já que o aluguel normalmente é bastante caro. Ele lembra ainda que o proponente deve dar atenção a algumas exigências para a efetivação do empréstimo. “É importante ficar atento a algumas responsabilidades que o proponente deve ter para não ser pego de surpreso, como a de arcar com as despesas de alimentação, transporte e hospedagem do técnico do NPD que deve ir ao local de filmagem, não para fiscalizar, mas para garantir a integridade dos equipamentos. É um procedimento normal.”, alerta.

Serviço:
Inscrições para Edital de Uso de equipamento em regime de co-produção
Edital – pessoa física (clique aqui)
Edital – pessoa jurídica (clique aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *