Mostra contará com figurinos reais

Na próxima quinta-feira (25/01), às 18h, a Casa do Barão de Camocim abrirá suas portas para homenagear Flávio Ary Barbosa Phebo, grande ícone figurinista do teatro cearense. A exposição "Flávio Phebo - A trajetória do figurinista e cenógrafo pelo grupo teatral Comédia Cearense" promete transportar os visitantes para o universo criativo e singular do artista por meio de figurinos desenhados e usados em famosas peças encenadas no Ceará.

A cerimônia de abertura ocorrerá no dia 25/01 e promete ser um momento emocionante, reunindo amantes das artes para celebrar a vida e a contribuição de Flávio Phebo para a cena do teatro no estado.

A mostra estará aberta ao público de 25 de janeiro a 09 de março, com acesso gratuito. O Centro Cultural Casa do Barão de Camocim receberá visitantes de terça a sexta-feira, das 10h às 17h, e aos sábados, das 10h às 16h.

Com a curadoria de Hiroldo Serra, ator e diretor teatral, a exposição reúne cuidadosamente croquis, cenários, figurinos e vídeos que revelam a genialidade de Flávio Phebo e peças originais que fazem parte do acervo, com mais de 150 croquis, do Grupo teatral Comédia Cearense.

"O registro da obra de Flávio Phebo se justifica quando objetiva resgatar sua criação a partir da herança crítica que revolucionou a arte da cenografia e do figurino, tanto no contexto local quanto no nacional. Flávio foi fundamental para a história do Teatro no Ceará. A ele só nos resta aplaudir", destacou Hiroldo.

A exposição, resultado de uma parceria entre a Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor), o Instituto Cultural Iracema (ICI) e o Grupo Comédia Cearense, destaca a importância do figurinista e cenógrafo na história do teatro local e nacional.

Sobre Flávio Phebo
O legado de Flávio Ary Barbosa Phebo, cearense que capturou "todos os sonhos do mundo", resplandece como uma constelação na história do teatro. Desde jovem, Flávio foi envolto pelos traços e cores, cultivando uma juventude perene, guiado por um talento vital e ético que o conduziu por uma carreira brilhante.

A compreensão estética única de seu trabalho transformou-o em um mago da cenografia e do figurino, onde cada peça parecia um diálogo encenado para a plateia. Flávio, definindo seu trabalho como o de um ator nos bastidores, tornou-se peça fundamental na história do Teatro no Ceará.

O figurinista foi um dos maiores batalhadores pelo Salão de Abril, onde expôs ao lado de Antônio Bandeira, Zenon Barreto e Aldemir Martins. Ele fez cenários e figurinos para espetáculos de renome nacional e faleceu em São Paulo em 05 de abril de 1986, onde morava naquela época.

Serviço
Exposição "Flávio Phebo - A trajetória do figurinista e cenógrafo pelo grupo teatral Comédia Cearense"
Local: Centro Cultural Casa do Barão de Camocim (R. General Sampaio, n 1632 - Centro)
Data: de 25 de janeiro a 09 de março
Horário: de terça a sexta-feira, das 10h às 17h, e aos sábados, das 10h às 16h
Gratuito

Publicado na categoria  
Casa do Barão de Camocim
no dia 
24/1/2024

Mais notícias de 

Casa do Barão de Camocim

Ver tudo